skip to Main Content

Entenda o que é Tireoidite de Hashimoto

Tireoidite de Hashimoto é uma doença autoimune que afeta a glándula tireoide provocando inflamação da glândula, o que significa que o sistema Imunológico agride o próprio órgão.

Quais são as causas e os sinais da Tireoidite de Hashimoto?

A Tiroidite de Hashimoto é provocada por uma reação imunológica anormal, dirigida contra proteínas especificas da glândula.

É importante saber que a Tireoidite de Hashimoto está entre as doenças autoimunes mais comuns e atinge até 5% da população.É mais comuns entre as mulheres do que em homens, com uma relação feminino: masculino, variando de 5:1 a 10:1.

Na área da Imunologia, é facilmente evidente que a Tireoidite de Hashimoto é a doença autoimune que mais frequentemente se associa com Urticária Crônica.

A etiologia da doença é multifatorial; fatores genéticos e ambientais estão envolvidos, agindo uns como predisponentes e outros como gatilhos, para desencadear a alteração imunológica. A exemplo disso, podemos mencionar medicamentos, infecções, ingestão excessiva de Iodo, gravidez, carência de selênio, zinco e magnesio, etc..

Cómo é feito o diagnóstico?

Clinicamente, a tireoidite de Hashimoto é caracterizada principalmente por manifestações sistêmicas devido ao dano da glândula tireóide, desenvolvendo um hipotireoidismo primário.O diagnóstico de Tireoidite de Hashimoto baseia-se na demonstração de anticorpos específicos contra componentes da tireoide alem de sinais na ecografia com Doppler Colorido.

Tem tratamento?

O tratamento permanece sintomático e com base na administração de hormônios sintéticos de tireoide para corrigir o hipotireoidismo. Ou bloqueadores do Hormônio Tireoidiano no hipertireoidismo, conforme necessário.Cirurgia é considerada quando o bócio (aumento de volume da glándula tiroide) é grande o suficiente para causar compressão significativa das estruturas do pescoço ou quando há presença de algum nódulo cuja biopsia não conseguiu eliminar a possibilidade de neoplasia.

Atualmente, evidencias apontam a considerar a Tiroidite de Hashimoto como componente de um quadro autoimune sistêmico que pode-se acompanhar de outros transtornos imunológicos como urticária crônica espontânea (UCE) e até transtornos maiores, como a recentemente descrita Encefalopatia de Hashimoto. Em decorrência disso, deve-se considerar o controle do equilíbrio no Sistema Imune, procurando contribuir favoravelmente na evolução clínica-laboratorial e na resposta às medidas tradicionais.

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga
Especialista em Alergia e Imunologia.
CREMESP 92607. RQE 21798

 

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
×Close search
Pesquisar