skip to Main Content

Imunodeficiências Primárias: Conheça Aqui os 10 Sinais de Alerta!

A apresentação clínica das Imunodeficiências Primárias pode variar. Porém, há sinais que são os clínicos de vários órgãos. E de sistemas. Que orientam a suspeita.

Ainda assim, os achados desse tipo de doença. Devem ser de forma rápida vistas por médicos. Que são os especialistas em Imunologia.

Sinais de alerta para imunodeficiencias
Jeffrey Modell Foundation (PRNewsFoto/Jeffrey Modell Foundation)

Em suma, com a função de ajudar com o diagnóstico devido das Imunodeficiências Primárias. A Fundação Jeffrey Modell criou os “10 sinais de alerta de Imunodeficiência Primária”. Leia até o final e saiba mais sobre o assunto!

O que são as Imunodeficiências Primárias

A princípio, é preciso saber que se o sistema imune não é capaz de eliminar as infecções. Isso de forma eficaz. Há a incidência de Imunodeficiências Primárias. Dessa forma, as pessoas afetadas carecem de algumas das armas de defesa imunológica do organismo.

anticorpos

Além disso, as pessoas com a Imunodeficiência Primária em geral tem uma infecção após outra. Em síntese, muitas vezes essas infecções podem não melhorar de acordo com o que se espera. Mesmo com a terapia focada na infecção.

Dessa forma, as Imunodeficiências Primárias podem doer. Bem como são podem assustar. Assim como são frustrantes. Ainda mais, as infecções que são as recorrentes podem causar os danos. Que são os irreversíveis aos órgãos.

Conheça quais são os Sinais de alerta

De acordo com a Fundação Jeffrey Modell, estes são os 10 sinais de alerta. Que podem mostrar uma Imunodeficiência Primária. Em um adulto:Imunodeficiências Primárias em adultos

  1. De antemão, quando se tem duas ou mais pneumonias. Em um ano.
  2. Quatro ou mais otites no ano que se foi.
  3. As estomatites que são as de repetição. Assim como a monilíase. Isso por mais de dois meses.
  4. Os abcessos que são os de repetição. Bem como os furúnculos.
  5. Um episódio de infecção sistêmica que seja a grave. Como a meningite. Bem como a osteoartrite. Além da septicemia.
  6. As infecções intestinais que são de repetição. A diarreia que é a crônica.
  7. A asma que é a grave. Bem como a doença do colágeno. Ou a doença autoimune.
  8. O efeito adverso ao BCG e/ou a infecção que é a causada por uma microbactéria.
  9. O fenótipo clínico sugestivo de síndrome associada à imunodeficiência.
  10. Enfim, o histórico da família. Que é o positivo de uma imunodeficiência.
Em suma, se você. Bem como alguém que você conhece. É afetado por dois ou mais dos sinais de alerta. Que estão listados acima. Fale com um médico. Sobre a possível presença de Imunodeficiências Primárias. Afinal diagnosticar de forma certa a doença é a chave para uma terapia que é a eficaz e a adequada!

Enfim, você achou que o artigo foi útil? Quer saber mais sobre o assunto? Veja o nosso vídeo sobre a Imunodeficiência Comum Variável.

Dr. Javier Ricardo Carbajal Lizárraga.
CRM 92607. RQE 21798.
Especialista em Alergia e Imunologia.

Gostou do texto? Compartilhe com seus amigos!

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DR. JAVIER RICARDO CARBAJAL LIZÁRRAGA
ALERGIA E IMUNOLOGIA - RQE 21798 - CRM-SP 92607
CRIANÇAS E ADULTOS
O conteúdo deste site tem o objetivo de informar.
Não deve, de forma alguma, servir como base para qualquer diagnóstico ou tratamento sem a supervisão de um profissional médico especialista qualificado.
Em caso de dúvidas, procure sempre orientação médica.

Back To Top
×Close search
Pesquisar